Desde que tornou-se a líder da semana do BBB20, na última quinta-feira (26), Gizelly estava sonhando com a sua festa temática, que sempre ocorre às quartas, homenageando o manda-chuva da casa. Acontece que, justamente com ela, pela primeira vez o líder não teve uma celebração.

Em vez disso, a produção do Big Brother Brasil resolveu fazer a festa ‘Top 10’, homenageando os 10 brothers que chegaram mais longe do reality. A mudança deixou Gizelly muito chateada e ela chorou por diversas vezes durante e após a celebração.

Desde o início da Top 10, Gigi Furacão, como é conhecida, estava com a cara fechada, demonstrando uma clara insatisfação. Thelma anda tentou consolá-la. “Tava no cronograma, podia ser qualquer líder. Gi, você tem que estar feliz por ter chegado tão longe’, disse a médica.

“O Tiago [Leifert] nem falou comigo”, lamentou ela relembrando a expectativa que tinha criado. “Você vai ver que nenhum líder mais terá festa”, garantiu, Thelma. “Vai ter e você vai ver”, retrucou Gizelly, apostando R$ 50 com a médica.

Possível punição?
Apesar de não haver nenhuma confirmação da produção, o público começou a especular que o cancelamento da festa do líder seria uma punição para Gizelly. Isso porque a família dela “driblou” os organizadores para poder dar a ela uma informação externa, de que ela tinha atingido 2 milhões de seguidores no Instagram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui