A crise do coronavírus abalou ainda mais a popularidade do presidente Jair Bolsonaro. Segundo pesquisa da XP Investimentos, 42% da população reprova a atual gestão, que conta com apenas 28% de aprovação entre os entrevistados.

Em fevereiro, 34% dos entrevistados diziam achar o governo federal ótimo ou bom. A taxa oscilou para 30% em meados de março. Agora, está em 28%, em levantamento realizado nos dias 30 e 31 de março e 1º de abril. Consideram o governo regular 27% dos entrevistados.

A queda na avaliação do chefe do Executivo coincide com a melhora da imagem do Congresso Nacional e dos governadores. O percentual de pessoas que consideram o Legislativo federal ótimo ou bom passou de 13% em fevereiro para 18% em março. A avaliação negativa caiu de 44% para 32%. Consideram o Legislativo regular 45% da população. Na pesquisa anterior eram 37%.

Já a avaliação dos governadores, que tês postura mais ativa na luta contra o coronavírus, como ótimos ou bons foi de 26% para 44%. A fatia dos que os consideram ser ruins ou péssimos diminuiu de 27% para 15%. Consideram eles regulares 37% ante 43% da pesquisa anterior.

Coronavírus
A pesquisa incluiu um questionário especial sobre a pandemia do coronavírus no país e mostrou que Bolsonaro tem tido aprovação menor que a do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

A atuação de Bolsonaro no combate ao vírus foi considerada “ruim ou péssima” por 44% da população, enquanto 29% enxergaram o desempenho do presidente como “ótimo ou bom” e 21%, como “regular”.

A pesquisa entrevistou 1.000 pessoas. A margem de erro é de 3,3 pontos porcentuais para mais ou para menos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui