O CEO da empresa Almeida Júnior, administradora de shoppings centers, ofereceu 12 respiradores à Secretaria de Saúde de Santa Catarina, desde que o estado aceite reabrir os seis estabelecimentos da empresa. Jaimes Almeida Júnior enviou e-mail com a proposta ao governador Carlos Moisés (PSL), segundo o Estado de S. Paulo.

O grupo diz que poderia disponibilizar vagas de estacionamento cobertas para realização de testes em massa e afirma ainda que seus estabelecimentos seguiriam as medidas de segurança, como afastamento entre mesas e controle do fluxo de clientes e trabalhadores.

A oferta é de dois respiradores para cada shopping da administradora em SC, que seriam entregues até um mês depois da reabertura das lojas. Jaimes confirmou a proposta ao Estado. “O governador ainda não se posicionou”, diz, afirmando que todas as proposições da empresa “irão trazer muita segurança aos consumidores”.

Sobre a dificuldade mundiaul para conseguir os respiradores, em grande demanda em vários países, o CEO diz que a empresa já está avaliando no mercado “oportunidades da compra e entrega dos respiradores após a abertura dos shoppings”.

O grupo emprega cerca de 16 mil pessoas e tem seis estabelecimentos em cinco cidades: São José, Criciúma, Balneário Camboriú, Blumenau e Joinville.

A proposta do empresário é analisada pelo Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes), que no final de semana se reuniu para avaliar reabertura de alguns segmentos da economia já a partir da semana que vem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui