O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), decidiu neste domingo (5) prorrogar as medidas restritivas para manter o isolamento social e evitar o avanço do coronavírus na cidade. Segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), o município tem 25 casos confirmados da covid-19.

Segundo o decreto, o fechamento do comércio de rua, bares e restaurantes será mantido até o dia 14 de abril. Já a suspensão das aulas da redes pública e privada, do shopping e de galerias será até o dia 20 de abril. “As medidas ocorreram por causa do aumento do número de casos em Feira, na Bahia e no Brasil. Estamos pensando primeiramente em salvar vivas. É importante ter esse sacrifício agora para que possamos ter muito mais gente em condição para dar passos melhores para Feira”, argumentou Colbert.

Está mantido o funcionamento de supermercados, armazéns, Centro de Abastecimento, feiras livres e outras lojas que atuam no ramo de alimentos. Além do setor alimentar, segmentos como material de construção, postos de venda de gasolina e gás, rações animais, farmácias, restaurantes com atendimento delivery, entre outros, continuam com autorização para funcionar. Excepcionalmente na semana da Páscoa, estão autorizadas a venda de chocolates e ovos de páscoa.

Outro setor pouco afetado com o decreto é o de serviços, a exemplo dos que lidam com a saúde, instituições bancárias e casas lotéricas. Praticamente todo este segmento tem autorização para manter o funcionamento nesse período.

“Fazemos essa concessão considerando o caráter essencial, mas advertimos que as empresas precisam adotar todas as medidas preventivas possíveis e que são preconizadas pelas autoridades para evitar as aglomerações e, consequentemente, riscos de transmissão do vírus”, afirma o prefeito.

 O prefeito, que também é médico, diz que neste momento o objetivo é “preservar vidas e manter nossa população em segurança, seguindo as recomendações das autoridades de saúde do país e do mundo”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui