Duas agências bancárias foram interditadas por tempo inderminado pela prefeitura de Salvador na manhã desta quarta-feira (8). As agências estão localizadas nos bairros de Paripe e Calçada e foram fechadas por não respeitar a distância mínima de um metro entre os clientes na fila. 

A medida de organizar a fila e manter a distância entre os clientes é determinada pelo Decreto Municipal 32.320/2020 e faz parte do isolamento social iniciado para conter a proliferação do novo coronavírus. 

“Os bancos precisam prestar os seus serviços com qualidade e segurança à vida e à saúde da população. Não vamos aceitar o descumprimento ao decreto municipal. A organização das filas externas é de exclusiva responsabilidade do banco e eles precisam se adequar”, afirma o secretário da Sedur, Sérgio Guanabara.

Além das interdições, a força-tarefa criada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) fez vistorias em 30 unidades bancárias. Desde segunda-feira, 84 agências já foram vistoriadas, 31 foram notificadas e duas foram interditadas.

Outros estabelecimentos
Além dos bancos, a fiscalização da Sedur tem sido feita em outros estabelecimentos comerciais como bares, restaurantes e academias. 

Essa semana, 34 estabelecimentos foram interditados e dois tiveram o alvará de funcionamento cassado na capital baiana. 

Quem quiser denunciar algum estabelecimento descumprindo as determinações do Município, pode entrar em contato da prefeitura através do telefone 160; do site falasalvador. ba. gov. br; pelo e-mail [email protected] ou ainda pelo Instagram @ouvidoriadesalvador.   

Já quem quiser formalizar defesa decorrente do ato de fiscalização, pode encaminhar à Sedur por meio do endereço eletrônico: protocolo. [email protected] ba. gov. br. Os responsáveis pelos estabelecimentos fiscalizados também podem obter mais informações por meio dos telefones (71) 3202-9557 e (71) 98549-6548.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui