O aumento no número de casos confirmados da Covid-19 nos municípios do Sul da Bahia levou o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, a emitir um alerta para os moradores dessa região. Em vídeo publicado no Twitter, ele pediu que as pessoas mantenham a quarentena e o uso de máscaras. As cidades dessa região tem a maior quantidade de infectados, atrás apenas de Salvador e Feira de Santana.

Segundo os dados do boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), até às 17h desta quinta-feira (10), eram 568 casos confirmados da doença no estado, o que representa 5,54% das notificações. Salvador lidera o ranking com 312 pacientes, sendo seguida de Feira de Santana (39). Depois vem os municípios do Sul como Ilhéus (25), Itabuna (18), Vitória da Conquista (13), Ipiaú (12), e Porto Seguro (10). O secretário chamou a atenção para outras cidades que também ficam na região.

“Estou me dirigindo a quem mora na região Sul da Bahia, desde o Baixo-Sul de Valença até Canavieiras, passando pela região de Ubaitaba, Ipiaú, Ubatã, até Jequié. Essa é uma região que está enfrentando nesse momento um forte surto, um forte crescimento no número de casos, e nós precisamos tomar medidas para combater e restringir esse crescimento”, disse.

Ele pediu para os moradores obedecerem às medidas de isolamento e seguirem as orientações de prevenção. “Fique em casa, feche o comércio, não saia para a rua, e se precisar sair coloque uma máscara de pano. Proteja você. Proteja sua família. Proteja os seus colegas de trabalho e seus amigos. É preciso fazer com que a gente pare imediatamente o crescimento acelerado dos casos de coronavírus em toda a região Sul da Bahia”, afirmou.

Até esta quinta-feira, o município de Ubatã tinha quatro casos confirmados da doença, sem nenhuma morte. Jequié tem um paciente e não há registro de óbitos. As outras cidades citadas pelo secretário não registraram casos da Covid-19, mas ficam na região em que o número de ocorrências está crescendo nas últimas semanas.

Em Porto Seguro, dos 10 casos positivos do novo coronavírus, oito pacientes já receberam alta médica na semana passada, e a prefeitura resolveu estender o decreto de isolamento por mais 15 dias. Na prática, estão funcionando na cidade apenas o que é considerado essencial, como já acontece em Salvador e em outras regiões do estado.

Apesar do crescimento vertiginoso no número de pessoas contaminadas, até às 17h desta quinta a região Sul da Bahia tinha poucos óbitos provocados pela doença. Até o momento a pandemia causou 19 mortes no estado, sendo 11 no município de Salvador e oito nos municípios de Lauro de Freitas (1), Itapetinga (1), Utinga (1) e Adustina (1), Araci (1), Itagibá (1), Uruçuca (1) e Ilhéus (1).

Este número contabiliza todos os registros de janeiro até às 17 horas desta quinta-feira (9). Ao todo, 146 pessoas estão recuperadas e 51 estão internadas, sendo 26 em UTI. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Os casos confirmados estão distribuídos em 63 municípios do estado, com maior proporção em Salvador (54,93%). A mediana de idade dos pacientes é 39 anos, variando de 4 dias de vida até casos confirmados em pessoas com 96 anos. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 27,99% do total. Porém, o coeficiente de incidência por 100 mil habitantes foi maior na faixa de 50 a 59 anos (7,34/100.000 hab), indicando o maior risco de adoecer entre essa faixa etária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui