O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, teve alta neste domingo (12), uma semana depois de ser hospitalizado com covid-19 e três dias após deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Boris agradeceu ao serviço público de saúde por salvar sua vida. “Nunca agradecerei o suficiente”, afirmou. “Devo a eles minha vida”.

Mesmo após deixar o hospital, Boris Johnson não reassume imediatamente o trabalho. Ele vai “continuar sua recuperação em Chequers”, residência que mantém em Londres, informa comunicado do governo. Por orientação da equipe médica, ele não vai trabalhar por enquanto. 

O fato de ter continuado trabalhando após o diagnóstico de que estava com coronavírus foi apontado como um dos motivos que levou à piora e internação de Johnson. 

O premiê informou que estava com o novo coronavírus no final de março. A pandemia já causou quase 10 mil mortes no Reino Unido, um dos países europeus mais afetados.

A Itália, atualmente, segue como o país do velho continente com mai óbitos – mais de 19 mil. Seguem a Espanha, França e o Reino Unido, segundo dados da Universidade Johns Hopkins. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui