Foi confirmada no domingo (12) a morte do magnata Stanley Chera, amigo pessoal do presidente norte-americano Donald Trump, por conta do coronavírus, afirma a CNN. Magnata do mercado imobiliário de Nova York, ele tinha 77 anos. Conforme a emissora, Chera foi hospitalizado com a Covid-19 no dia 24 de março.

No mesmo mês da internação de Chera, Trump chegou a citar que um amigo estava lutando contra a “crueldade” do coronavírus e entrando em coma, mas não havia citado o nome. Agora, acredita-se agora que Stanley era a pessoa em questão. 

“Nós pensamos que eles estavam indo para uma estadia suave e, em um caso, ele está inconsciente, em coma. E você diz, como isso aconteceu?”, comentou Trump.

A Casa Branca não comentou sobre a descrição de Trump do amigo, sua amizade com Chera ou a morte do magnata. A família do bilionário não discutiu publicamente a amizade com o presidente ou sua morte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui