A morte de Moraes Moreira aos 72 anos, divulgada em primeira mão pelo Blog do Marrom nesta segunda-feira (13) entristeceu os brasileiros, inclusive os famosos e políticos. A cantora Daniela Mercury fez uma homenagem ao cantor e disse estar “devastada” com a morte do baiano. Já o cantor capixaba Silva chamou Moras de “um dos maiores gênio da nossa música”.

Leia abaixo as despedidas:

Gilberto Gil: Menino do sertão da Bahia, ouviu encantado a música do mundo e fez dela seu universo expressivo. Deixa saudade e uma grande obra

Daniela Mercury: “Estou devastada com a morte de Moraes. Meu amigo, um gênio da música brasileira, uma fundamental referência para todos nós. Ele sempre foi o nosso poeta do carnaval. O primeiro a colocar voz em um trio elétrico. Dono de um repertório carnavalesco único, já no início da minha carreira me deu a canção “Monumento Vivo”, uma obra prima. E eu pude cantar muitas vezes suas canções nos meus quase 40 anos de trio elétrico. Ainda ganhei de Caetano a canção “Axé, Axé” onde diz: , “Moraes Moraes, SEU nome é Salvador”. Moraes é um grande mestre da música brasileira no mundo, um mestre para mim e para todos que amam música. O trio elétrico está de luto. O Axé está de luto. Muita saudade. Um beijo carinhoso para a família”, escreveu.

Silva: “Perdemos um dos maiores gênios da nossa música. Tivemos momentos juntos que vão ficar em minha memória pra sempre. Quanta energia, quanta potência. Moraes, muitíssimo obrigado por tudo! Estará pra sempre no meu coração e nas minhas cordas vocais! “

Cláudio Tinoco, vereador e ex-secretário de Cultura de Salvador: “Tive a alegria de articular a sua volta ao Carnaval em 2010, nos 60 Anos do Trio Elétrico, de forma digna e à altura da sua obra, depois de dez anos ausente da festa que ele consagrou. Como disse o próprio Moraes Moreira, um bom Carnaval se faz com passado, presente e futuro. E tenho certeza que ele está imortalizado na festa que ajudou a fundar”.

Leo Prates, secretário de Saúde de Salvador: “Acabo de saber que nesta noite perdemos Moraes Moreira, aos 72 anos. Um dos mais importantes artistas da música popular brasileira. Eterno novo baiano, deu voz ao trio elétrico, e levou a música da nossa terra para o mundo. Hoje é um dia de saudade”.

Pablo Barrozo, secretário de Cultura de Salvador: “A contribuição de Moraes Moreira para a música baiana e brasileira é imensurável. Ao lado de Armandinho, Dodô & Osmar, foi um dos primeiros artistas a cantar em um trio elétrico no Carnaval. É uma perda muito grande para o nosso estado, mas ele irá se manter vivo nas músicas e obras que deixou em vida”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui