Após quatro dia com atividades suspensas, o sistema ferry-boat e travessia de lanchas entre Salvador e Mar Grande voltaram a operar nesta segunda-feira (13), mantendo as medidas de redução de capacidade em 50%.  

No ferry-boat, a primeira viagem aconteceu às 6h, tanto no terminal São Joaquim, localizado no bairro da Calçada, como no terminal de Bom Despacho, na Ilha.   

A maior demanda desta segunda-feira foi a de veículos no terminal Bom Despacho, que se manteve ao longo do dia, onde o fluxo de pedestres apresentou um pico nas primeiras viagens, mas reduzindo logo em seguida. Em São Joaquim, o movimento foi tranquilo para pedestres e veículos.

Para ajudar na disciplina das pessoas a manter o distanciamento mínimo entre elas, foi feito uma demarcação com fitas adesivas nos gichês onde as pessoas compram as passagens.

Já nas lanchas que fazem a travessia entre Salvador e Mar Grande o fluxo de passageiros foi tranquilo, conforme informou o presidente da Associação dos Transportadores da Bahia (Astramab), Jacinto Chagas.  

As atividades do transporte marítimo de Salvador foram suspensas entre a quinta-feira santa (9) e o domingo de Páscoa (12), como medida do Governo do Estado para o combate ao coronavírus. 

No entanto, na véspera da interrupção, foram registradas aglomerações de passageiros que tentavam viajar. Alguns não conseguiram.  

O sistema ferry-boat não está funcionando aos sábados, domingos e feriados e as viagens ocorrem apenas em horários especiais: 6h, 7h, 8h, 12h, 14h, 18h, 19h e 20h, saindo dos dois terminais. O sistema opera ainda com 50% da sua capacidade, uma outra medida para reduzir a possibilidade de aglomerações e influenciar o isolamento social.  

Já as lanchas operam nos seguintes horários: De Vera Cruz para Salvador, as saídas são às 5h, 6h30, 8h, 11h30, 13h, 15h, 16h30 e 18h. Já de Salvador para Mar Grande, as saídas são às 6h30, 8h, 9h30, 13h, 14h30, 16h30, 18h e 19h30. Assim como no ferry-boat, nos sábados e domingos o sistema não funciona.  

A travessia entre Salvador e Morro de São Paulo segue suspensa, bem como as escunas de turismo que fazem o passeio pelas ilhas da Baía de Todos-os-Santos. Essa decisão cumpre as medidas adotadas pelo governo estadual no combate ao coronavírus. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui