A cidade de Anguera revogou decreto do último dia 7 que proibia entrada de pessoas no município, com fechamento das entradas. A decisão atende recomendação do Ministério Público. A intenção da medida era impedir a disseminação do novo coronavírus em Anguera. 

O promotor de Justiça Audo da Silva Rodrigues diz na recomendação que o decreto trazia providências que não condiziam com a atual evolução do quadro epidemiológico que existe na cidade. 

Seguindo recomendação, o município expediu no dia 8 um novo decreto que implanta apenas barreiras sanitárias. Com validade inicial de 7 dias, ele determina que nas barreiras seja aferida a temperatura das pessoas que pretendem entrar na cidade. Também deve-se entrevistar estas pessoas para tentar identificar casos suspeitos de contaminação por coronavírus.

Essa fiscalização acontece nas vias de acesso a Anguera, realizada pela Prefeitura, com apoio da Polícia Militar local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui