O Brasil deve ter em torno de 285 mil casos de coronavírus, 12 vezes mais que os 23 mil e 800 confirmados. Segundo a agência de notícias Reuters, o estudo aponta que a razão desta diferença é que o país está testando poucos pacientes e o resultado dos exames demoram muito tempo para serem divulgados.

Para chegar a este número, pesquisadores de um consórcio formado pelas maiores universidades do Brasil usaram como parâmetro a taxa de mortalidade do país, que é de 5,7%. O número é muito maior que a média mundial, que gira em torno de 1 a 2%, indicando que o número de casos está sendo subcontabilizado.

O estudo estima que apenas 8% dos casos estão sendo testados. A razão disso é que a estratégia adotada na maior parte do país é testar apenas os casos graves. Quem possui sintomas leves ou até os assintomáticos são recomendados a não irem aos centros de saúde.

Oficialmente, o Brasil já tem 1.355 mortes confirmadas e outras centenas ainda esperando o resultado dos exames. Mais de 93 mil testes ainda seguem sendo estudados pelos laboratórios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui