Acabou Chorare (1972)

O segundo e marcante álbum dos Novos Baianos, que projetou a banda. Tornou-se um clássico conhecido por diversas gerações e tem meia dúzia de músicas eternizadas, como Preta Pretinha, Mistério do Planeta e A Menina Dança.

Moraes Moreira (1975)

A estreia solo emplacou a canção Guitarra Baiana na novela Gabriela

Cara e Coração (1977)

Trazia o primeiro clássico da carreira solo de Moraes: a marchinha Pombo Correio, composta com Dodô e Osmar, que ganhou as ruas no Carnaval de 1978.

Acústico (1995)

Trazia um apanhado da carreira do músico, incluindo desde canções dos Novos Baianos, até sucessos solo como Festa do Interior e Vassourinha Elétrica. Tinha ainda Cidadão (Abolição/No coração do poeta), gravada também por Margareth Menezes, composta com Capinan.

De Repente (2005)

O álbum independente trouxe outra faceta do artista, misturando hip hop e repente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui