A mãe da bebê de um ano e sete meses que morreu vítima do novo coronavírus na última quinta-feira (9), no Rio Grande do Norte, fez um desabafo após ter recebido diversas críticas por ter saído de casa na quarentena. Segundo o UOL, Raimunda Borges precisou fazer compras mas só soube a tarde soube que a filha tinha covid-19.

“Estamos de quarentena, porém nenhum de nós tem sintomas de covid-19. Não julguem, não critiquem, porque só sabe quem passa. Perdi uma filha. Estou muito triste pelo que está acontecendo, não está sendo fácil. Ontem pela manhã me mandaram dizer que o teste tinha dado Influenza B, a gente ficou aliviada porque pensava que era isso, nunca pensava que era o coronavírus”, relatou Raimunda em vídeo. 

“Peço desculpa, mas eu também não sabia que tinha dado. Eu vim saber depois de 15h da tarde. Só quero que entendam a dor que estamos passando, que não é fácil. Criticar é fácil, difícil é passar pelo que estamos passando. Peço que tenham compreensão”, pediu.

O bebê tinha diversos problemas respiratórios desde o parto e ficou mais de um ano no hospital. A transferência para casa ocorreu apenas 11 dias antes do diagnóstico da doença.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui