O município de Ipiaú, no sul do estado, tem 13 casos confirmados de coronavírus. O que surpreende é que todos os infectados são profissionais de saúde da cidade, segundo informa a Secretaria Municipal de Saúde.

Todos os infectados atuam no Hospital Geral do Município. De acordo com a pasta, pelo menos, onze infectados são médicos e enfermeiros que contraíram a doença em um curto espaço de tempo, o que indica uma contaminação no local de trabalho.

Dos casos confirmados, onze tiveram exame analisado pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen) e outros 2 testaram positivo em testes rápidos realizados no hospital geral. 

Em nota, a secretaria informa ter obtido a informação sobre a última dupla de infectados nesta segunda(13). No documento, a pasta ainda informa que ambos estão afastados desde a realização do teste rápido e são monitorados pela equipe do Disque Covid.

A secretaria de saúde ainda destaca que em caso de resultado positivo no teste rápido, o profissional deve ser afastado por 14 dias após o início dos sintomas, como determina nota técnica do Ministério da Saúde. “Aguardamos orientação posterior por parte do Núcleo Regional de Saúde de Jequié quanto a necessidade de coleta de amostra respiratória dos profissionais mediante teste rápido”, indica documento.

De acordo com boletim divulgado pela pasta de saúde do município, até às 18h desta segunda, existiam 19 casos em investigação na cidade (suspeitos em fase de exame), 46 suspeitas da Covid-19, dos quais 1 foi transferido para Itagibá e 51 pessoas em quarentena por possuírem sintomas ou suspeita da enfermidade. Até o momento, foram descartados 13 infecções.

Diferente do que a aponta a prefeitura, o boletim mais recente da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) indica a existência de 12 infectados em Ipiaú.

Diante da situação, a SMS adotou medidas de segurança, como a criação de um comitê de enfrentamento ao coronavírus, que elaborou um plano de ação que envolve treinamento para a equipe e distribuição de equipamento de proteção individual.

De acordo com o boletim mais recente da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), divulgado às 17h desta segunda-feira (13), dos 723 infectados em todo o estado, 73 são profissionais de saúde. 

Em Ipiaú, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade fará a triagem dos casos suspeitos da doença e, a depender da gravidade do caso, o paciente será encaminhado para Salvador.

Aumento de casos
O aumento de casos de coronavírus na região sul da Bahia já havia chamado a atenção do secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.

Além de Ipiaú, o boletim divulgado pela Sesab informou que Ilhéus aparece como a terceira cidade com maior número de casos, atrás apenas de Salvador (388) e Feira de Santana (45). A cidade do sul baiano tem 44 infectados, apenas um a mais que o município feirense. Já Itabuna, quarta com maior número de casos, soma 26 contaminados pela covid-19.

Um exemplo do rápido crescimento é que, há uma semana, por exemplo, Ilhéus tinha apenas 14 casos, enquanto Itabuna somava apenas 8 infectados.

Vilas-Boas pontuou ainda que o relaxamento com as medidas de isolamento social justificam o aumento de casos. “As pessoas naturalmente começam a ficar saturadas de ficar dentro de casa, é um desafio muito grande, é um esforço psicológico, principalmente para quem não tem uma casa espaçosa, quem não tem opção de realizar atividades. Sei que é muito difícil conseguir isso, mas é preciso que a gente consiga viabilizar formas de conter o contato entre as pessoas”, completa.

Como forma de barrar o avanço da doença, a recomendação é que a população adote o uso de máscaras, descartáveis ou de tecido. 

“O que eu recomendo é que façam um esforço, adquiram máscara de pano. Se não puder comprar, faça a sua, tem muitos tutoriais ensinando. Se você quer ficar na rua do seu bairro, sentado e conversando com amigos, se não dá para ficar em casa, que pelo menos todos usem máscara. É melhor do que ficar do jeito que está, com todo mundo interagindo sem proteção”, completa Fábio Vilas-Boas.

Mortes
Até o momento, a Bahia tem 22 mortes confirmadas por covid-19. Metade dos óbitos ocorreram em Salvador (11), e a outra metade em Lauro de Freitas (2), Gongogi (1), Itapetinga (1), Utinga (1) e Adustina (1), Araci (1), Itagibá (1), Uruçuca (1), Ilhéus (1) e Vitória da Conquista (1).

Ao todo, 164 pessoas estão recuperadas da covid-19 e 66 ainda estão internadas, sendo 28 em leitos de UTI. Além disso, 4.914 casos foram testados e descartados. Estes números contabilizam todos os registros de janeiro até as 17h desta segunda.

Os dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais.

Já são 74 os municípios com confirmações da doença. Salvador é o que tem mais casos, com 388, o que equivale a 53,67%. Em seguida estão Feira de Santana (45), Ilhéus (44), Itabuna (26), Lauro de Freiras (22) e Vitória da Conquista (19).

Dos casos confirmados, 400 (55,32%) são de mulheres e as idades dos infectados varia de 4 dias a 96 anos. A faixa etária mais acometida foi a de 30 a 39 anos, representando 28,63% do total. Porém, o coeficiente de incidência por 100 mil habitantes foi maior na faixa de 50 a 59 anos (91,56/1.000.000 habitantes), indicando o maior risco de adoecer entre essa faixa etária.

Mortes por coronavírus na Bahia
29/3 – Idoso de 74 anos (Hospital da Bahia, em Salvador)
30/3 – Engenheiro civil de 64 anos (Hospital Aliança, em Salvador) 
1/4 – Mulher, mãe de recém-nascido, de 28 anos (UPA, em Itapetinga)
2/4- Homem de 88 anos (Hospital da Bahia, em Salvador)
3/4 – Idoso de 79 anos (Cardiopulmonar, em Salvador)
3/4 – Mulher de 41 anos (Couto Maia, em Salvador)
3/4- Idoso de 80 anos (Utinga)
3/4 – Idosa de 62 anos (Instituto Couto Maia, Salvador)
4/4 – Ex-gerente da Caixa Econômica, 55 anos (Hospital Aeroporto, em Lauro de Freitas)
5/4 – Idoso de 87 anos (Salvador)
6/4 – Taxista de 64 anos (Instituto Couto Maia, Salvador)
6/4 – Idoso de 76 anos (Hospital Municipal em Araci)
7/4 – Homem de 26 anos (Instituto Couto Maia, Salvador)
7/4 – Homem de 53 anos (Instituto Couto Maia, Salvador)
7/4 – Mulher de 51 anos (Hospital particular, Salvador)
7/4 – Idoso de 96 anos (Hospital particular, Salvador)
7/4 – Idosa de 63 anos (Uruçuca)
8/4 – Idosa de 72 anos (Ipiaú)
9/4 – Idoso de 65 anos (Ilhéus)
10/4 – Idoso, 71 anos (Gongogi)
11/4 Homem de 35 anos, residente no Rio de Janeiro (Lauro de Freitas)
13/4 Homem de 69 anos (Vitória da Conquista)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui