Diferentemente do que foi anunciado na manhã desta terça-feira (14), a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) não irá mais adotar a prática de manter alguns semáforos da cidade em modo intermitente – ou seja, em amarelo piscante. 

De acordo com o órgão, que havia divulgado a iniciativa, a decisão foi suspensa por questões técnicas, já que alguns equipamentos não responderam aos comandos e o trabalho teria de ser feito manualmente, um por um, o que demandaria muito trabalho.

A ideia inicial era aproveitar o baixo fluxo de veículos na cidade e desativar os sinais próximos de escolas, centros comerciais ou academias que estão com atividades suspensas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui