A sede do Instituto Rumpilezz, no Pelourinho, foi roubada na madrugada desta terça-feira, 14. De acordo com uma publicação nas redes sociais da entidade, uma flauta, dois amplificadores e um projetor foram levados pelos criminosos.

Ainda de acordo com o post, nenhum músico ou integrante da equipe técnica se feriu. A nota não esclareceu como foi o roubo. O instituto pede atenção para a venda dos itens roubados.

“Os instrumentos são de uma importância que vai além do material, uma vez que necessitamos deles para a execução em apresentações e também para a formação educacional”, informa a nota.

Foram roubados dois amplificadores Roland Cube 40GX – 40W para guitarra; uma flauta em dó Boosey Howkes, com um bocal de prata de 1982; um amplificador Roland Cube 60XL – 60W para contrabaixo; e um projetor Epson PowerLite S39 SVGA 3300 Lumens 3LCD.

O instituto solicita a todos que entrem em contato pelo telefone (71) 9944-7472, email ([email protected]) ou Instagram caso saibam alguma informação sobre os instrumentos.

Um integrante do instituto informou na noite desta terça-feira, 14, que foi registrado um boletim de ocorrência e que policiais já estiveram no local.

Na semana passada, entre a noite do domingo, 05 e a madrugada de segunda, 06, a unidade Augusto Omolu de Dança e Capoeira do Projeto Axé, na Baixa dos Sapateiros, foi arrombada. Assim como no caso do Instituto Rumpilezz, os assaltantes roubaram instrumentos musicais. Foram roubados também alimentos, computadores, telefones, fantasias e uniformes usados pelas crianças, adolescentes e jovens que integram o projeto.

O fundador e presidente do Projeto Axé, Cesare de Florio La Rocca, prestou queixa à polícia e calculou o prejuízo em cerca de R$ 100 mil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui