Marcio Alario Esteves, grande amante de novas aventuras, conta que existem muitas trilhas espalhadas pelo mundo, de todos os níveis de dificuldade e cenários possíveis. É por isso que cada uma atrai um tipo de pessoa, além de proporcionar uma experiência única para cada uma. Quer ver o mundo por uma ótica diferente e sair da zona de conforto? Então conheça algumas trilhas que vão te surpreender.

Lares by Mountain Lodges, Peru

Com esta trilha é possível mergulhar na cultura andina ao visitar sítios arqueológicos, por exemplo. Durante o percurso, é possível fazer um roteiro para passar pela comunidade de Viacha, que proporciona conhecimento das culinárias locais, até chegar em Machu Picchu.

Parque Nacional da Serra da Bocaina, Brasil

Recentemente reconhecida como Patrimônio Mundial da UNESCO, a trilha do ouro é uma das mais famosas para percorrer a pé. Marcio Alario Esteves diz que a caminhada passa por belas cachoeiras da Mata Atlântica, com duração média de 3 dias. O melhor período de trilha é entre maio e agosto, quando as chuvas cessam e o caminho fica mais seco. Além disso, a trilha fica entre os Estados de São Paulo e do Rio de Janeiro, então na porção sul é possível encontrar praias arenosas e no norte os vales de florestas exuberantes.

National Park, Austrália

As belezas da Tasmânia parecem inalcançáveis, mas não são. A caminhada oferece passeios por fabulosas ilhas, no meio de uma fauna e flora surpreendentes e ainda observar cangurus e outras espécies locais. As Blue Mountains também estão na rota e são perfeitas para quem gosta de natureza e vistas panorâmicas. Para quem não se sentir confortável em enfrentar tudo a pé, o parque disponibiliza trenzinhos e bondinhos com chão de vidro.

Caminho de Santiago de Compostela, Espanha

Marcio Alario Esteves diz que muitos fazem essa rota como forma de peregrinação, por estar em contato com a natureza onde os turistas dizem encontrar lições espirituais capazes de mudar a vida. A trilha conta com belezas únicas, principalmente ao passar por vilas, cidades e estradas e algumas dificuldades. Os dois locais de partida mais comuns são Saint-Jean-Pied-de-Port , na França, e Roncesvalles, na Espanha. Calcula-se que um peregrino com preparo físico mediano possa vencer esta distância em aproximadamente 30/35 dias.

Passeio de Jerusalém até Cisjordânia

Partindo de Jerusalém, é possível conhecer a Vila Dolorosa, o Muro das Lamentações, além de passar pelo Mar da Galileia. A rota da trilha leva até o Mar Morto, um belo lugar para relaxar e aprender. Na Cisjordânia o passeio inclui as cidades de Jericó, Belém e arredores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui