O participante do “Big Brother Portugal” Hélder Teixeira foi expulso do reality show após reproduzir mais de uma vez dentro da casa a saudação nazista. A notícia foi dada ao vivo para os participantes e pegou os brothers de surpresa. “Há temas que nunca podemos brincar, correndo o risco de desvalorizar ou banalizar. O gesto que fez simboliza milhões de mortos”, começou dizendo o big boss da atração transmitida pelo canal TVI. “A educação é o antidoto para o ódio e ela é nossa melhor arma para que esse passado sombrio nunca se repita”, acrescentou a voz. Durante o discurso também foi falado que os participantes precisam ter noção do impacto que tem fora do jogo as coisas que eles falam dentro da casa do Big Brother.

“Vocês são vistos por milhares de pessoas, então devem ter noção do que dizem e do que fazem. Por tudo isso, Hélder, deixou de ser bem-vindo à minha casa. Está expulso do ‘Big Brother’. Pode se despedir dos seus companheiros e abandonar a minha casa.” Hélder ficou visivelmente desconfortável, mas disse que não se importava. Ele já participou do reality anteriormente e foi convidado para uma edição especial chamada “Duplo Impacto”, no qual ex-participantes foram reunidos na casa. Quando fez a saudação nazista e imitou a marcha do exército de Adolf Hitler, Helena, uma das participantes da atração o advertiu: “Abaixa o braço, Hélder. Não faz isso porque isso é péssimo. Ele foi a pior pessoa que entrou na nossa história”. O participante expulso disse que faz parte da história e Helena rebateu: “Mas não podemos replicar isso”.