Ainda sem poder contar com o zagueiro Jemerson, o técnico Vagner Mancini comandou nesta sexta-feira, 04, o primeiro treino do Corinthians na capital paulista visando o clássico contra o São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro, no dia 13 de dezembro. Após empatar com o Fortaleza, na última quarta-feira, a equipe fez atividades físicas e de recuperação na praia em solo cearense na quinta-feira. Hoje, no CT Dr. Joaquim Grava, os jogadores se apresentaram para um trabalho técnico em campo, mais exigente, com os reservas. Os titulares atuaram em separado, em campo reduzido, com carga mais leve de treinamento. Até o dia do Majestoso, Mancini terá tempo para comandar atividades mais exigentes para o time titular, incluindo eventuais mudanças na equipe. O treinador tem enfrentado dificuldades para fazer o ataque corintiano funcionar. E, no clássico do dia 13, ele já sabe que não poderá contar com , expulso no Castelão.

Na defesa, Jemerson ainda não voltou a treinar com o grupo. O zagueiro segue afastado para cumprir a quarentena após ter sido infectado pelo novo coronavírus. Já faz duas semanas que o jogador teve a doença identificada. Ele chegou a apresentar sintomas leves, mas está melhor. O Corinthians não informou quando ele retomará os trabalhos. A defesa, contudo, é o setor que menos preocupa Mancini. Não por acaso. O Corinthians não sofreu gols nos últimos três jogos. O setor deve ser o trunfo corintiano para o clássico com o embalado São Paulo, na Neo Química Arena. O rival assumiu a liderança do Brasileirão na noite de quinta ao derrotar o Goiás, fora de casa, em jogo adiado da primeira rodada. Após o treino desta sexta, o elenco ganhou folga de dois dias e só se reapresentará na segunda-feira.