A homenagem prestada por Lionel Messi após a morte de Diego Armando Maradona, no último domingo, rodou o mundo e rendeu uma advertência e uma multa nesta quarta-feira para o craque do Barcelona. Após marcar o quarto gol da goleada do time catalão contra o Osasuna por 4 a 0, ele tirou a camisa e homenageou o ídolo argentino, vestindo o uniforme com o número 10 do Newell’s Old Boys, da Argentina, que é seu clube de coração e onde Maradona jogou em 1993 e 1994.

O craque do Barcelona recebeu o cartão amarelo após a comemoração e nesta quarta-feira foi punido pela Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF, na sigla em espanhol) a pagar 600 euros (R$ 3,8 mil na cotação atual), além de uma advertência, por violação do artigo 93 do Código Disciplinar. A multa poderia ter chegado a 3 mil euros (R$ 19 mil), segundo o regulamento da competição. Além disso, o cartão será mantido. Além disso, a partir da punição de Messi, o Barcelona também deve ser punido e pagar uma multa de 350 euros (R$ 2,2 mil) por infração ao artigo 52 do Código Disciplinar. O clube já anunciou que deve recorrer da punição ao craque argentino.

Nesta quarta-feira, Messi não vai entrar em campo contra o Ferencvaros, na Hungria, pela Liga dos Campeões da Europa. O técnico holandês Ronald Koeman optou por preservar seu melhor jogador, já que o Barcelona já se classificou para as oitavas de final com antecedência.
*Com informações do Estadão Conteúdo