Após Julio Casares confirmar o favoritismo na eleição presidencial do São PauloMuricy Ramalho será o novo coordenador técnico do clube a partir de janeiro de 2021. De acordo com o ex-treinador e ídolo da torcida, o retorno ao Tricolor paulista deve-se ao fato de ser um cargo menos estressante e que não existia na agremiação até então. Além disso, ele tratou a proposta do novo presidente como uma “convocação”.

“Agora é uma função mais tranquila, de coordenador. Claro que sempre tem um pouco de estresse, a gente sempre gosta de ganhar, mas é longe de ser treinador. Vou ajudar a comissão técnica, os jogadores, estar perto da base e também na questão das contratações”, declarou Muricy em entrevista à Rádio Bandeirantes, nesta segunda-feira, 14. “Falei que como técnico não voltaria e não voltei, mesmo com várias propostas. (…) E no caso do São Paulo não é um convite. É uma convocação. E também não vou tomar o lugar de ninguém. É uma função que não existe hoje no São Paulo e que é muito importante”, completou.

Muricy Ramalho também exaltou a postura da atual diretoria ao manter Fernando Diniz no cargo de treinador após as eliminações no Campeonato Paulista, na Copa Libertadores da América e na Sul-Americana. “O time oscilou bastante este ano e agora está num momento maravilhoso. Parabéns para a diretoria, para o Raí e pro pessoal que acreditou no Diniz. Trocaram muito de técnico no passado recente e viram que não deu certo”, arrematou.