O Real Madrid venceu o Borussia Mönchengladbach na última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões e se classificou para as oitavas de final. Apesar da campanha de altos e baixos, o Real ainda avançou como líder do grupo B, com dez pontos, dois a mais que o Gladbach, que deixou o Shakhtar Donetsk pelo caminho no primeiro critério de desempate e mandou a equipe ucraniana para a Liga Europa. A decepção da chave foi a Inter de Milão, que empatou com o Shakhtar em 0 a 0 no estádio San Siro e terminou a campanha na última colocação com apenas seis pontos. Quem também se classificou foi o Atlético de Madrid ao vencer o RB Salzburg por 2 a 0. Com isso, as três equipes se juntam aos já classificados Bayern de Munique, Manchester City, Porto, Liverpool, Chelsea, Sevilla, Borussia Dortmund, Lazio, Juventus, Barcelona e Paris Saint-Germain. O sorteio para a próxima fase acontece na segunda-feira, dia 14.

No estádio Alfredo Di Stéfano, onde o Real Madrid manda seus jogos enquanto reforma o Santiago Bernabéu, Benzema começou a tirar os donos da casa do sufoco aos oito minutos de partida. Vázquez cruzou, o centroavante se antecipou à marcação e cabeceou no canto. Aos 31 minutos, Rodrygo fez grande jogada pela ponta direita, deixou o marcador na saudade e levantou para o francês fazer outro de cabeça, fechando o placar em 2 a 0. Em Milão, as duas equipes morreram abraçadas. Os ‘Nerazzurri’ foram donos do jogo na primeira etapa, mas o melhor que conseguiram foi acertar o travessão, logo aos seis minutos. Barella cruzou e Lautaro Martínez encheu o pé, errando por pouco. Depois do intervalo, o panorama quase não mudou. O time mandante continuou atacando, enquanto os visitantes pareciam querer garantir um lugar na Liga Europa. Nos últimos instantes, até o goleiro Handanovic foi para a área, mas o gol não saiu.

O Atlético de Madrid, que dependia de um empate com o Red Bull Salzburg na Áustria, venceu a equipe por 2 a 0 e avançou como vice-líder do grupo A, com nove pontos, atrás apenas do atual campeão Bayern de Munique, que fez 16. Os donos da casa ficaram em terceiro lugar, com quatro, um a mais que o Lokomotiv Moscou, e irão à Liga Europa. Os ‘Colchoneros’ atuaram desfalcados do zagueiro uruguaio Giménez, e Felipe, da seleção brasileira, ganhou uma chance entre os titulares. Já o lateral-esquerdo Renan Lodi ficou entre os reservas e foi acionado no fim. Após cobrança de falta de Carrasco, aos 38 minutos da etapa inicial, Hermoso escorou de cabeça e fez 1 a 0. O próprio Carrasco deu números finais ao duelo aos 40 do segundo tempo, em bonito chute de primeira. Na Allianz Arena, o defensor do título jogou “para o gasto” e bateu o Lokomotiv por 2 a 0. Os gols saíram na segunda etapa e foram marcados por Sülle e Choupo-Moting.

No grupo C, faltava definir o terceiro colocado, que irá a Liga Europa. Olympiacos e Olympique de Marselha iniciaram a rodada com três pontos cada e se mantiveram assim, já que perderam para Porto por 2 a 0 e Manchester City por 3 a 0, respectivamente. Isso beneficiou o representante grego, que ficou à frente devido ao confronto direto. O Manchester City, que já havia assegurado a primeira posição, contou com gols de Ferrán Torres, Agüero e Álvaro, este último contra, para superar o Olympique.

No estádio Georgios Karaiskakis, em Pireus, o Porto fez 1 a 0 em pênalti convertido pelo meia Otávio, ex-Internacional. Uribe também balançou a rede. Além de Otávio, o meia-atacante Felipe Anderson também começou jogando pelos ‘Dragões’, enquanto o atacante Evanilson figurou entre os reservas e entrou durante o jogo. Na equipe mandante, o experiente Rafinha, multicampeão pelo Flamengo, é o dono da lateral direita e atuou novamente.

*Com informações da EFE