O Atlético-MG terá um reforço importante para a partida contra o São Paulo, nesta quarta-feira, às 21h30, no estádio do Morumbi, na capital paulista, pela 26.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico argentino Jorge Sampaoli foi julgado nesta terça e absolvido pela 2.ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro. O treinador foi denunciado pela Procuradoria do STJD por ter comparecido ao jogo contra o Flamengo, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, no dia 8 de novembro, pela 20.ª rodada do Brasileirão. Ele estava suspenso e, no entendimento da acusação, não poderia ter ido ao local da partida, vencida pelo time mineiro com uma goleada por 4 a 0.

Flagrado várias vezes pelas câmeras de televisão que transmitiram o duelo, o técnico acompanhou a partida de um camarote do estádio e teria feito uso de telefone celular para se comunicar com o analista de desempenho Diogo Alves, que estava no banco de reservas. No entanto, por maioria dos votos, os auditores da 2.ª Comissão Disciplinar não viram provas concretas para punir o técnico. A Procuradoria já anunciou que vai recorrer ao Pleno do STJD, mas o julgamento não tem data marcada.

Diogo Alves, assim como Sampaoli, foi denunciado no artigo 258, por assumir conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva O Atlético-MG respondeu por deixar de cumprir ou dificultar o cumprimento do Regulamento Geral da Competição de 2020. Ambos também foram absolvidos.

*Com informações do Estadão Conteúdo