O Santos foi condenado nesta quinta-feira, 10, pela Corte Arbitral do Esporte (CAS) a pagar 2,9 milhões de euros (na cotação atual, R$ 17,8 milhões) ao Barcelona por ter desrespeitado o direito de prioridade que tinha sobre o atacante Gabriel Barbosa, atualmente no Flamengo, em acordo firmado ainda no ano de 2013. A informação foi publicada inicialmente pela emissora de televisão espanhola “Cadena SER”.

O Peixe o clube catalão definiram uma cláusula de direito de prioridade por Gabigol no acordo que resultou na transferência de Neymar ao Barcelona, anunciada oficialmente em 2013. Porém, o Santos acabou negociando o atacante brasileiro para a Inter de Milão, em 2016, por cerca de 30 milhões de euros, sem informar previamente o Barça sobre o acordo. Na época, o clube espanhol se manifestou sobre ida às instâncias da justiça esportiva contra o rompimento da prioridade que havia adquirido.

*Com informações da Agência EFE