SBT Brasil
SBT Brasil exibe ofensa de Bolsonaro a repórter, mas não critica presidente (Imagem: Reprodução/ SBT)

O SBT Brasil levou ao ar, nesta segunda-feira (26), o momento em que o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) ofendeu uma repórter da afiliada da emissora na Bahia. No entanto, o telejornal do canal de Silvio Santos decidiu ignorar a situação e não criticou o político.

Durante visita a cidade baiana, para inauguração de obra, o chefe do Executivo chamou Driele Veiga, da TV Aratu, de “idiota” após ouvir uma pergunta envolvendo uma foto em que ele apareceu segurando imagem de “CPF cancelado” ao lado do apresentador Sikêra Jr.

“O senhor foi criticado, presidente, sobre uma foto postada dizendo ‘CPF cancelado’ em um momento de tantas pessoas morrendo. O que o senhor tem a dizer a respeito?”, questionou a jornalista do SBT.

Sem papas na língua, o presidente respondeu, enquanto caminhava por várias pessoas: “Você não tem o que perguntar, não? Deixa de ser idiota, pô”.

No SBT Brasil, o caso foi apresentado durante cerca de 30 segundos e, de Brasília, a repórter Nathalia Fruet relatou:

“Bolsonaro ficou irritado ao ser questionado pela jornalista Driele Veiga, da TV Aratu, afiliada do SBT, sobre uma foto que tirou com o apresentador Sikera Jr., da TV A Crítica, na sexta-feira. Nela, o presidente segura a réplica de um CPF com a tarja cancelado, numa referência a pessoas mortas”.

A emissora, então, exibiu o momento da situação, mas não se manifestou contra a agressão do presidente da República à repórter. Ontem, políticos baianos se posicionaram de forma solidária à jornalista.

Nas redes sociais, Driele Veiga escreveu: “A mim o xingamento não ofendeu. Só mostrou que estava no caminho certo. Sou jornalista e estou aqui para perguntar, por mais que a indagação incomode. Se fosse para agradar o entrevistado eu não seria jornalista e sim publicitária”.

Ainda em seu perfil, a jornalista apontou que a atitude do presidente é um sinal forte de uma sociedade machista: “A autoridade representou no xingamento uma sociedade com uma estrutura ainda sexista e patriarcal em que homens acham que vão conseguir intimidar uma mulher com agressão verbal e/ou atitude desrespeitosa”.

“Só para lembrar que essa não é a primeira vez que o presidente faz isso com a imprensa. A jornalista Patrícia Campos Melo foi ameaçada de morte e teve a família perseguida. Escreveu o livro ‘A Máquina do Ódio’ onde relata sobre os ataques dele aos jornalistas”, comentou ela, fazendo referência ao livro que Patrícia Campos Melo fez para denunciar a perseguição de Bolsonaro a repórteres.

Fábio AlmeidaFábio Almeida

Fábio Almeida é jornalista, produtor multimídia e um apaixonado pelo que acontece na televisão. É redator e responsável pela coluna “Do Fundo do Baú”, publicada às quintas-feiras no RD1, com conteúdos marcantes da história da TV brasileira. Está nas redes sociais no @luizfabio_ca e também pode ser através do email [email protected]

O post SBT Brasil exibe ofensa de Bolsonaro a repórter do canal e toma decisão apareceu primeiro em RD1.