Degustar vinhos não é algo exclusivo de pessoas que entendem do assunto, e hoje, Marco Antonio Carbonari, proprietário da vinícola Villa Santa Maria no Bairro do Baú – São Bento do Sapucaí (SP), explica um pouco de como praticar a degustação, e entender como avaliar a bebida.

Marco Antonio Carbonari explica que a análise acontece em três etapas: a análise visual, olfativa e gustativa.

Para facilitar, Carbonari explicará cada etapa individualmente a seguir:

  • ANÁLISE VISUAL 

É imprescindível que o vinho seja servido em uma taça transparente para que nenhuma cor interfira na avaliação, explica Marco Antonio Carbonari, em seguida terá de ser feita a inclinação e a giratória, ambas tem a finalidade de visualizar a tonalidade e o aroma, então é necessário que a taça não esteja cheia, geralmente sendo o ideal ⅓ de vinho.

Também é importante que esteja em um local que dispõe de luz branca, pois caso contrário isso irá interferir no resultado final.

  • ANÁLISE OLFATIVA

A análise olfativa é o momento de reparar se o aroma se altera antes e depois do giro na taça. Notando se o cheiro frutado está presente de acordo com a região na qual o vinho foi produzido.

Nessa etapa, é necessário ter a percepção dos aromas de cada fruta prévia e individualmente para que possam ser perceptíveis no momento que estiver realizando a avaliação.

  • ANÁLISE GUSTATIVA

É esse o momento de avaliar: a acidez, o corpo, dulçor, amargor e o álcool, sendo a acidez um dos pontos mais importantes, já que é o que faz a bebida se tornar agradável.

O corpo diz respeito se o líquido tem uma densidade leve ou pesada.

A bebida não deve estar nem muito quente e nem muito gelada já que pode complicar o aroma e o sabor.

Marco Antonio Carbonari insiste que você agende sua visita no Whatsapp e agende uma degustação dos vinhos disponíveis na Villa Santa Maria.

E pontua que com a prática se leva a perfeição!

WhatsApp (12) 9 9746-6298.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui