Atualmente, carros elétricos compõem somente 2% da frota vendida anualmente nos Estados Unidos. Por enquanto, muitos modelos desse tipo são mais caros do que suas contrapartes movidas a gasolina ou álcool. Contudo, uma nova pesquisa aponta que, até 2035, todos os novos carros e caminhões vendidos no país podem ser elétricos.

O estudo, realizado pela Universidade da Califórnia em Berkeley, sugere ainda que levará apenas cinco anos para que o custo de carros elétricos caia a ponto de entrar em paridade com veículos que utilizam gasolina. Além disso, eles são mais eficientes e requerem menos manutenção, o que pode significar uma poupança de até 2,7 trilhões de dólares para os motoristas até 2050.

O presidente norte-americano Joe Biden vê nos carros elétricos uma boa forma de somar aos esforços de cortar as emissões de gases de efeito estufa ao longo dos anos. O governo já prometeu instalar meio milhão de estações de carregamento de veículos elétricos dentro da próxima década.